Virtuoso é quem tem virtude

Matemático: Carl Friedrich Gauss

 

Adauto Silva e Erich Cavalcanti

06/08/2008

Carl Friedrich Gauss nasceu na cidade de Brunswich, na Alemanha, em 30 de Abril de 1777. Os registros mostram que sua família era pobre e sem educação. A opinião dele sobre a família é parcialmente notada na seguinte carta, dirigida a Minna Waldeck, datada de 1810: 

File:Carl Friedrich Gauss.jpg

  "O meu pai era um homem absolutamente honesto, em muitos aspectos merecedor de respeito, e certamente um homem bem visto. Mas na sua casa era tirânico, grosseiro, e violento... Nunca teve a minha confiança completa quando eu era uma criança. No entanto, creio que nenhuma influência dele se faz realmente sentir em mim, dado que me tornei independente muito cedo...

     A minha mãe nasceu a cinquenta quilómetros de Braunschweig, e lá trabalhou durante alguns anos como empregada. Casou com o meu pai em 1776, e não houve mais crianças para além de mim. O seu casamento não foi feliz o que ficou a dever-se a circunstâncias exteriores e ao facto das duas personalidades não serem compatíveis. A minha mãe é certamente uma mulher muito boa, que não é indigna do amor do seu filho." 

 Sobre a sua infância é comum ser contada a seguinte história: 

     Carl Friedrich tinha sete anos quando entrou para a Escola Primária St. Catherine, sendo inicialmente apenas mais um no meio de tantos alunos. O seu professor era J.G. Büttner, um professor tradicional que, em geral, considerava os seus alunos como incapazes e pouco dotados. No entanto, cedo descobriu que Gauss era diferente. Como o descobriu? Quando o seguinte episódio aconteceu: 

      Gauss tinha cerca de dez anos e frequentava a classe de aritmética quando Büttner propôs o seguinte difícil problema:

      "Escrevam todos os números de 1 a 100 e depois vejam quanto dá a sua soma."

      Era hábito, quando a classe tinha uma tarefa deste tipo, que se fizesse o seguinte: o primeiro aluno a acabar iria até à secretária do professor com a sua ardósia e colocá-la-ia em cima da mesa. O seguinte a acabar colocaria a sua ardósia em cima da do colega e assim sucessivamente, até a pilha de ardósias estar completa.

      O problema em questão não era difícil para alguém que tivesse alguma familiaridade com as progressões aritméticas. Como os rapazes ainda eram principiantes, Büttner certamente pensou que lhe seria possível fazer um intervalo por um bom bocado. Mas estava enganado... Em alguns segundos, Gauss colocou a sua ardósia na mesa, e ao mesmo tempo disse no seu dialecto Braunschweig: "Ligget se" (Aqui jaz ). Enquanto os outros alunos continuavam a somar, Gauss sentou-se calmo e sereno, impassível aos olhares desdenhosos e suspeitos de Büttner.

      No final da aula os resultados foram examinados. A grande maioria dos alunos tinha apresentado resultados errados pelo que foram severamente corrigidos com uma cana-da-índia. Na ardósia de Gauss, que se encontrava no fim, estava apenas um número: 5050 (É desnecessário dizer que o resultado esta correcto.) Como seria de esperar, Gauss teve que explicar ao espantado professor Büttner como é que tinha obtido aquele resultado:

      "Então, 1+100=101, 2+99=101, 3+98=101, e por ai em diante, até finalmente 49+52=101 e 50+51=101. Isto dá um total de 50 pares de números cuja soma dá 101. Portanto, a soma total é 50101=5050."

     Desta maneira aparentemente simples, Gauss tinha encontrado a propriedade da simetria das progressões aritméticas, derivando a fórmula da soma para uma progressão aritmética arbitrária – fórmula que, provavelmente, Gauss descobriu por si próprio. 

 Depois de alguns prodígios os quais mostravam este garoto como um autodidata, ele matricula-se em 1788 no Liceu Catharineum em Braunschweig, sem total concordância do pai. O Professor Hellwing devolveu o primeiro trabalho escrito de Gauss com o comentário de que "não era necessário, para um estudante tão dotado, continuar a ter aulas naquela classe". Com a ajuda de Bartels e do filólogo Meyerhoff, Gauss depressa ultrapassou os seus colegas, não só em Matemática como também  nas línguas clássicas. No entanto, para que fosse possível continuar a sua educação, e terminado o período de frequência neste colégio, era necessário dinheiro, coisa que Gauss não tinha. 

 Gauss provavelmente não conseguiria crescer tanto na vida caso não tivesse o apoio do Duque Carl Wilhelm Ferdinand, da casa de Braunschweig, que lhe permitiu dedicar-se unicamente aos estudos, ou seja, nenhuma preocupação em ter de trabalhar e nenhuma preocupação com o dinheiro. 

 Em 15 de outubro de 1795 Gauss é admitido na Universidade de Göttingen, onde escreve a seguinte “introdução” a um dos trabalhos que lhe deram fama: 

        "Todo o principiante em Geometria sabe que é possível construir diferentes polígonos regulares, por exemplo, triângulos, pentágonos, polígonos regulares com 15 lados, e que esses polígonos são resultantes de se duplicar o número de lados dessas figuras. Parte disto já vem do tempo de Euclides e parece que, desde então, se acreditou que o campo da geometria elementar acabou nesse ponto. Em todo o caso, não conheço nenhuma tentativa bem sucedida para estender as fronteiras para além dessa linha.

          Parece-me portanto que esta descoberta possui algum interesse especial.  Na verdade, para além desses polígonos regulares, um número de outros são geometricamente constructíveis, por exemplo, o de 17 lados. Esta descoberta é realmente um corolário de uma teoria com conteúdos maiores, que ainda não está completa, mas que será publicada assim que for completada." 

               C. F. Gauss, Braunschweig

                  Estudante de Matemática em Göttingen 

 Nomeado Diretor do Observatório de Göttingen aos 30 anos, provavelmente como resultado de suas pesquisas no campo de astronomia e matemática. 

 Morre em de fevereiro de 1855, em Göttingen, na Alemanha, aos 77 anos, tendo permanecido durante 47 anos no Observatório de Göttigen. 

 Contracenando com seu gênio matemático ele teve uma vida familiar artomentada.Teve um pai insensível, sua primeira mulher morreu prematuramente e sua segunda mulher não era muito saudável, sem contar com o mau relacionamento que tinha com seus filhos. 

 Gauss pode ser considerado um dos matemáticos que mais contribuiu para evolução da matemática. Ele era considerado o príncipe das matemáticas, algo proveniente de um provérbio por ele criado: "Matemática é a rainha das ciências, mas a Aritmética é a rainha das Matemáticas". Ele explorou e aprimorou os campos da matemática, física e astronomia, isso com seus estudos e trabalhos na Teoria dos Números, Álgebra, Análise, Geometria, teoria das Probabilidades, Teoria dos Erros, Astronomia Observacional, Mecânica Celeste, levantamento topográfico, Geodesia, Geomagnetísmo, Electromagnetísmo e Mecanismos Ópticos.

 

 

 Referências 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Carl_Friedrich_Gauss

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/gauss/gauss.htm

http://en.wikipedia.org/wiki/Carl_Friedrich_Gauss

http://br.geocities.com/pensabr/johanncarl/todasuahistoria.htm

http://www.algosobre.com.br/biografias/carl-friedrich-gauss.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Image:Carl_Friedrich_Gauss.jpg

http://www.brasilescola.com/matematica/plano-argand-gauss.htm

 

Procurar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.